Em julho, Viseu é o grande palco da etnografia e folclore da Europa

Europeade Viseu 2018 realiza-se de 25 a 29 de julho

No ano em que Viseu se declara “Cidade Europeia do Folclore”, recebe o maior, mais relevante e mais histórico dos eventos europeus de etnografia e folclore: o EUROPEADE.

O evento conta com cerca 5400 participantes inscritos, de 203 grupos, provenientes de 24 países europeus. Durante 5 dias, estes ocuparão as praças, ruas e jardins da cidade criando uma verdadeira montra viva da diversidade e riqueza cultural das tradições europeias.

O evento contagiou Viseu e os seus grupos, que responderam ao desafio, fazendo desta a região com maior representação no Festival. Dos 25 grupos portugueses inscritos, 16 são “filhos da terra”.

Do resto da Europa, participam 40 grupos de Espanha, 22 grupos da Alemanha, 18 grupos de França, 15 grupos da Bélgica, 13 grupos da Letónia, 12 grupos da Estónia e da Finlândia, 10 grupos de Itália, 8 grupos da Hungria, 3 grupos da Suécia, da Eslovénia, da Suíça, do Chipre e da Polónia, 2 grupos da República Checa, da Lituânia, da Roménia, e da Eslováquia, e 1 um grupo em representação da Irlanda, da Rússia, da Bulgária, do Luxemburgo e da Áustria.

Para o presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, “Viseu elegeu o desígnio de revitalizar e valorizar as suas tradições e a sua cultura popular. É uma aposta central na estratégia de desenvolvimento patrimonial e cultural, que nos distingue. A forte adesão das coletividades de Viseu ao projeto e ao festival é o melhor sinal da oportunidade desta aposta.”

Durante 5 dias, Viseu vestir-se-á com as cores da Europa e terá diversos espaços e recintos preparados para receber todos os que rumam à cidade-jardim para participar no EUROPEADE ou viver de perto o ambiente de festa e partilha associado ao evento.

Por estes dias, no Parque Aquilino Ribeiro, será instalado o “Fórum EUROPEADE”, coração da atividade do festival, ponto de apresentação de várias cidades europeias participantes e “mercado” do folk, com artesanato, workshops e oferta gastronómica internacional.

Já no Mercado 2 de Maio são os sabores da região que sobem a palco. Aqui será instalada uma Praça de Alimentação, nos dois pisos existentes, que conta com cerca de uma dezena de operadores gastronómicos locais. A oferta será diversificada e adaptada ao evento, harmonizando o street food com os sabores da gastronomia local. Também na área de bebidas haverá espaço para os vinhos do Dão.

“Queremos que quem nos visita se sinta em casa e que leve uma experiência feliz para os seus países. O EUROPEADE é uma oportunidade de ouro para a promoção de Viseu junto de mercados turísticos culturais. Tudo faremos para tirar partido dessa oportunidade”, sublinha Jorge Sobrado, Vereador da Cultura e Turismo do Município.

A programação do EUROPEADE promete grandes manifestações da diversidade do folclore europeu, com milhares de participantes, assim como centenas de performances que irão difundir-se por toda a cidade.

Na primeira noite, a 25 de julho, damos as boas-vindas aos milhares de visitantes acabados de chegar à cidade-jardim com dois espetáculos, que terão lugar no Adro da Sé. Esta será uma noite de grande destaque para as tradições e sonoridades beirãs.

“Ora Vem Comigo”, da autoria de Ana Bento e Sónia Barbosa, é o nome do espetáculo que dará início a esta “Noite de Boas-Vindas”, pelas 22 horas, com histórias do imaginário tradicional português.

De seguida será a vez de Moullinex subir a palco. O músico viseense apresentará ao público, pela primeira vez, o projeto musical “Eletrofolk”, criado especificamente para a “Cidade Europeia do Folclore”. A música tradicional portuguesa é a base e inspiração deste projeto que nasce de mãos dadas com a linguagem da música eletrónica.

«Quisemos envolver a comunidade artística de Viseu e do país no evento e, mais do que isso, na reinterpretação e ativação do património tradicional. Essa renovação é indispensável, sublinha Almeida Henriques.

O projeto #VISEUFOLK estende ainda o desafio de valorização artística a outros autores, nas áreas da dança contemporânea (através de um projeto da Lugar Presente e da Companhia de Dança Paulo Ribeiro) e da moda. Neste último caso, a iniciativa tem a assinatura de Katty Xiomara, e traduzir-se-á na criação de uma linha de moda urbana inspirada no folclore e na iconografia de Viseu. O projeto será apresentado esta sexta-feira, no Porto.

«Estamos a trazer o folclore para o século XXI, a dar-lhe novos expressões, usos e linguagens. Preservar tradições implica também fazer pontes entre o antigo e o contemporâneo», justifica Jorge Sobrado.

O festival EUROPEADE conta com dois eventos de larga escala, no Estádio Municipal do Fontelo: as Cerimónias de Abertura e Encerramento. Com mais de 5500 pessoas na plateia, serão dos mais intensos momentos de atuação e partilha dos grupos inscritos, com a participação singular dos 16 grupos de Viseu na dança conjunta “Encadeia”, um tema do folclore desta região, especialmente preparada para esta ocasião, a convite do Municipio. É também na cerimónia de encerramento que Viseu entregará, simbolicamente, a bandeira do EUROPEADE à cidade que acolhe a 56ª edição do festival: Frankenberg (Alemanha).

É também no Parque do Fontelo que tem início um dos momentos mais aguardados do festival: o Desfile EUROPEADE. Num percurso de cerca de 2 quilómetros, com passagem pelo Centro Histórico, todos os grupos participantes têm lugar neste cortejo repleto de cores vibrantes.

O Concerto de Coros terá lugar na sexta-feira, 27 de julho, no Parque Aquilino Ribeiro. As atenções viram-se aqui para as vozes e as canções tradicionais de cada país.

Por estes dias, o Centro Histórico ver-se-á transformado em “Europeade Village” e, em diversas ruas e praças, nascerão 10 Palcos (Im)prováveis nos quais serão realizadas mais de 150 performances diárias. Todos os grupos inscritos terão oportunidade de, aqui, apresentar ao público as suas danças e músicas tradicionais.

Também as crianças têm um lugar de destaque no EUROPEADE. São vários os momentos dedicados exclusivamente aos mais novos, nomeadamente o Concerto dos Grupos Infantis, que se realizará na sexta-feira, dia 27, no Parque Aquilino Ribeiro, o Baile Infantil, que decorrerá no mesmo dia, pelas 19H30, no Rossio e a apresentação conjunta por todas as crianças participantes no Europeade Viseu 2018 da dança tradicional do nosso folclore “Ora Doba Dobadoira Doba”, especialmente preparada pelo Município de Viseu, para a cerimónia de encerramento.

Para lá das atuações e espetáculos previstos, há lugar para momentos de interação cultural e internacional. É exemplo o Baile EUROPEADE, encontro festivo entre grupos e participantes.  Em Viseu, este terá lugar no sábado, pelas 21 horas, no Adro da Sé.

Também o “EUROPEADE By Night” reflete a vertente mais informal do encontro. Na quinta e sexta-feira os participantes dançarão pela noite fora no Mercado 2 de Maio, no Parque Aquilino Ribeiro, na Praça D. Duarte e no Parque Urbano de Santiago. Já no sábado, a noite do evento tem um programa especial, num dos espaços noturnos mais emblemáticas da cidade: o The Day After. Sob o mote “Let’s Dance”, e integrado no programa do festival de folclore, o The Day After reabre por uma noite com 5 pistas de dança, 9 bares e esplanada ao ar livre.

Já na manhã de domingo, será o Serviço Ecuménico que reunirá participantes de diversas doutrinas numa cerimónia que será realizada na Sé de Viseu.

De 25 a 29 de julho, partilhar e celebrar a diversidade cultural das tradições europeias são a palavra de ordem. Esse movimento circulará pela região, em municípios como Nelas, Castro-Daire, Mangualde ou São Pedro do Sul. Na tarde de dia 27 e na noite de 29 de julho, o Município de Viseu estende as atuações de alguns grupos a estes municípios, numa iniciativa que pretende levar o “EUROPEADE Fora de Portas”.

A organização do evento conta com a inscrição de mais de 360 voluntários, de 16 nacionalidades diferentes, que terão um papel essencial no contacto e acompanhamento dos grupos participantes e a sua interação com a cidade e o programa.

Também as escolas do concelho serão espaços importantes para a realização do evento, a par do Centro Pastoral, da Pousada da Juventude e do Seminário Maior de Viseu. 19 escolas garantem alojamento a todos aos grupos inscritos.

O Festival de Folclore EUROPEADE Viseu 2018 é uma iniciativa da Associação sem fins lucrativos EUROPEADE, organizada em parceria com o Município de Viseu. São parceiros da organização do evento a VISEU MARCA, a Associação Comercial do Distrito de Viseu, a Super-Bock e a Coca-Cola.

A Altice é patrocinador oficial para as telecomunicações do Europeade.

Esta é a 55ª edição do festival que teve origem em 1964, em Antuérpia, com o objetivo de salvaguardar e promover o Património Cultural Imaterial Europeu.

Descarregue o dossier de imprensa em português, inglês e francês.